A dengue precisa ser levada a sério

Por Alano Queiroz

No cenário de saúde pública, a dengue se destaca como uma ameaça implacável, exigindo uma abordagem multifacetada para seu controle efetivo. Neste contexto, a importância de ações concretas de educação e fiscalização é inegável, desempenhando um papel crucial no combate a esta doença transmitida pelo Aedes aegypti. A educação pública emerge como um pilar fundamental, capacitando a população com o conhecimento necessário para adotar práticas preventivas e eliminar potenciais focos do mosquito.

Por outro lado, a fiscalização eficiente é indispensável para garantir a aplicação das medidas preventivas, envolvendo a inspeção de ambientes para eliminar criadouros e a implementação rigorosa de políticas de saúde e saneamento. O engajamento comunitário, apoiado por políticas públicas robustas e inovação tecnológica, é vital para fortalecer a luta contra a dengue, promovendo um ambiente seguro e saudável.

Concluindo, a integração de estratégias educacionais e de fiscalização é essencial para uma campanha bem-sucedida contra a dengue, exigindo o comprometimento contínuo de todos os setores da sociedade para erradicar essa doença que afeta tantas vidas.

Alano é médico ortopedista e Presidente do Partido Novo em Goiás

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 Fashion Like | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.