Pai de Tiago Leifert diz que não beneficiou filho na Globo

Gilberto Leifert, pai de Tiago Leifert, saiu em defesa do filho na briga do apresentador com o ator Ícaro Silva. Em longo texto publicado no Instagram, ele disse que nunca beneficiou o primogênito na Globo, empresa em que também atuou por 30 anos (de 1988 até 2018).

A publicação foi uma resposta à insinuação de Ícaro de que Tiago só teria entrado na emissora por ter um parente já atuando na empresa. “Tiago, talvez você não goste de ver seu pai tratando deste tema em público. Mas estava na hora. […] Nunca trabalhamos na mesma área. Você inicialmente numa emissora afiliada, depois no SporTV, no Jornalismo/Esporte e depois no Entretenimento. Eu no comercial. Meus ex-colegas, que foram seus chefes, reconheceram desde logo seu talento, seu preparo e dedicação”, escreveu ele.

“Eu jamais poderia contratar alguém para o jornalismo, por exemplo. Foram as suas qualidades que impulsionaram e sustentaram a sua carreia na Globo […] Quem conhece a Globo sabe que nenhum jovem jornalista, com apenas 28 anos, ‘ganha’ a responsabilidade e o desafio de editar o Globo Esporte de São Paulo, porque é filho de um funcionário graduado”, prosseguiu.

 

Gilberto Leifert afirmou ainda que ‘agiu corretamente” ao apresentar o filho à televisão em 1996, quando Tiago tinha 16 anos e atuou como repórter de campo na TV Gazeta/SP, “sem remuneração”. Ele completou que o filho se destacou estudando e trabalhando nos Estados Unidos. “Lá, você não era ‘o filho do diretor da Globo’ quando, por algumas vezes, seu nome foi inscrito na ‘Dean List’ -a lista do reitor, na qual figuram os melhores alunos da Universidade de Miami”.

Ele finalizou afirmando que Tiago não deve se preocupar com que nega “nossos méritos e desmerece nossas conquistas”. “Preocupe-se, sim, em defender suas crenças, ser honesto, leal, decente, generoso; bom patrão, bom amigo, bom filho, bom marido e bom pai, como, aliás, tem sido.”

O texto foi escrito nos comentários da publicação de Tiago, em que o apresentador agradece pela homenagem feita para ele no último episódio do The Voice, na quinta (23). O jornalista anunciou a sua saída da Globo em setembro.

“Sei que você tem especial fascínio pelo espaço sideral. Outro dia mandei meu currículo para o Jeff Bezos e para o Elon Musk. Se eu for contratado, vou arrumar uma boquinha de comandante de nave para você”, ironizou ele.

Com informações FolhaPress

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal